20 de outubro de 2013

UESB REALIZA A FORMAÇÃO DO PROGRAMA TOPA EM BARRA DO CHOÇA



Nos dias 18, 19 e 20 de outubro, foi realizada a formação inicial para alfabetizadores e coordenadores de turmas da 6ª etapa do Programa TOPA de Barra do Choça. A formação foi promovida pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia -   UESB, e teve a duração de 24 horas, contemplando mais de 60 professores que atuam na sede e zona rural do município. 


O curso de formação teve como principal objetivo aperfeiçoar e socializar técnicas e conhecimentos teóricos e metodológicos voltados para a alfabetização de jovens, adultos e idosos. Ressalta-se que a formação é de fundamental importância para que os professores troquem experiências e construam novos conhecimentos, potencializando o trabalho efetivado em sala de aula. 

A formação foi ministrada pelas professoras Marília Flores, Maria da Solidade e Ana Maria, nos três dias de formação, com auxílio técnico do gestor local do TOPA, Ivanilton Brito Santos.


27 de setembro de 2013

IBGE: pela 1ª vez em 15 anos, taxa de analfabetismo sobe


Analfabetismo no Brasil (1992-2012) (VALE ESTE) (Foto: Editoria de arte/G1)

A taxa de analfabetismo no Brasil parou de cair. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) divulgada nesta sexta-feira (27), em 2012, a taxa de analfabetismo das pessoas de 15 anos ou mais de idade foi estimada em 8,7%, o que correspondeu ao contingente de 13,2 milhões de analfabetos. Em 2011, essa taxa foi de 8,6% e o contingente foi de 12,9 milhões de pessoas.
Esta é a primeira vez que a taxa de analfabetismo aumenta em 15 anos. A última vez que o índice subiu em relação ao ano anterior foi em 1997. A partir de então, o índice vinha apresentando queda constante.

A taxa de analfabetismo no país tem se mostrado maior nos grupos de idades mais elevadas em todas as regiões. Entre aqueles que tinham de 15 a 19 anos de idade, a taxa foi de 1,2%, contra 1,6% entre os de 20 a 24 anos, 2,8% no grupo de 25 a 29 anos, 5,1% de 30 a 39 anos, alcançou 9,8% para as pessoas de 40 a 59 anos e foi de 24,4% entre os com 60 anos ou mais de idade.
Para IBGE, só a próxima Pnad poderá confirmar aumento do analfabetismo. "Ao longo do tempo a tendência foi de redução como um todo,  com taxas em níveis estáveis entre a  população idosa. O resultado de 2012 não é significativo em relação a 2011, pode ter acontecido por conta da amostragem probabilística. No ano que vem é que se vai ver se a taxa permanece estável ou continua na tendência de queda", disse a presidente do IBGE, Wasmália Bivar.

selo Pnad analfabetismo (Foto: Editoria de arte/G1)

A pesquisa aponta também uma diminuição na taxa de analfabetismo funcional, representada pela proporção de pessoas de 15 anos ou mais com menos de quatro anos de estudo. Caiu de 20,4% (2011), para 18,3% (2012). No ano passado foram contabilizados 27,8 milhões de pessoas nestas condições.


Fonte: g1.com

12 de setembro de 2013

Dia Internacional da Alfabetização foi comemorado no último domingo (08)

No Dia Internacional da Alfabetização, celebrado neste domingo (8), a Bahia tem o que comemorar com os resultados obtidos por meio do programa Todos pela Alfabetização (Topa). Nos últimos cinco anos, o Estado conseguiu reduzir cerca de 30% o índice de analfabetismo baiano (2007-2011), de acordo com os dados do Pnad-IBGE. Ao todo, mais de 1,1 milhão de baianos já foram alfabetizados pelo programa, que, em agosto, certificou mais 147 mil e, atualmente, conta com mais 185 mil pessoas em sala de aula, na sexta etapa.
Paulo Freire - grande nome na alfabetização de adultos no Brasil e no mundo
“O Dia da Alfabetização é um momento de muita alegria para todos nós, que trabalhamos com o Topa. Em 2007, o Governo do Estado estipulou a meta de um milhão de alfabetizados. É uma alegria muito grande saber que já ultrapassamos esse número e continuamos alfabetizando aquelas pessoas que, na sua infância e juventude, tiveram negado o direito de aprender”, disse o secretário da Educação, Osvaldo Barreto.

O agricultor Jonas Soares de Santana, 64 anos, é um exemplo de como o Topa pode transformar a vida de baianos de todas as idades. Morador do Encontro do Satiro, zona rural que fica a 13 quilômetros do município de Inhambupe, ele aprendeu a ler e a escrever com o programa. “Foi no Topa que conheci as letras, aprendi a fazer contas e a chance de conhecer tudo com mais clareza”.

Órfão de mãe aos 9 anos, Jonas teve que trabalhar cedo para sobreviver com o pai. “Queria estudar. Minha avó dizia que quem não sabe ler e escrever é como um cego que anda sem saber o lugar que pisa. Sem segurança, cai e morre”, diz o agricultor.

Representantes de Barra do Choça participam da cerimônia de certificação do TOPA em Salvador

1 TOPA
O programa Todos pela Alfabetização (Topa) entregou, na tarde desta quinta-feira (21), os certificados de mil baianos alfabetizados que representaram, em cerimônia simbólica, os 147 mil alunos da 5ª etapa do Topa, concluída em 2012. Realizado no Centro de Convenções da Bahia, o evento contou com as presenças do governador Jaques Wagner e do secretário da Educação do Estado, Osvaldo Barreto.
1 TOPA2
Maior programa de alfabetização para jovens acima de 15 anos, adultos e idosos do país, o Topa já beneficiou mais de 1,1 milhão de baianos em 407 municípios, atendendo 588 entidades dos movimentos sociais e sindicais. Durante a solenidade foram também divulgados os resultados da terceira e quarta etapas do Prêmio Cosme de Farias, que reconhece as melhores experiências na execução do programa.
Participaram do evento o gestor local do TOPA, Ivanilton Brito, a coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Iracema Santos as alfabetizadas Rita Sousa e Erita Teixeira, representando os alunos do TOPA na certificação. Na sexta etapa, 185 mil alunos estão em sala de aula. “Estamos tratando de um público com idade média de 45 anos, o que significa que há 30, 35 anos não tiveram a oportunidade de ir à escola e o que estamos fazendo é resgatar essas pessoas”, afirma Barreto.

7 de janeiro de 2013

Formações do Programa TOPA 2012


Coordenadora Naete de Jesus recebendo o Certificado do monitor da UESB Daniel
Foi realizado nos dias 20 e 21 de outubro (sábado e domingo), no Centro Educacional de Barra Nova – CEBN, a etapa final da FORMAÇÃO DE ALFABETIZADORES E COORDENADORES DE TURMAS promovido pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB. A etapa encerrou a formação de 40 horas para alfabetizador e 56 horas para coordenador de turmas do programa TOPA. A oficina foi ministrada pela Prof.ª Josefa Fernandes, professora adjunta do Departamento de Filosofia e Ciências Humanas – DFCH da UESB. A formação inicial e continuada é um requisito (obrigatório) para a atuação dos alfabetizadores e coordenadores nas turmas de alfabetização e planejamentos. Dessa forma, a formação configura-se num momento de extrema produtividade e enriquecimento dos participantes, proporcionando uma práxis diferenciada, atendendo as particularidades do ensino de alfabetização para jovens e adultos.

TOPA, PBA e SEMED de Barra do Choça realizaram a Terceira Edição do Projeto Dia D Atividade Física e Saúde na Terceira Idade


Programa Barra do Choça Alfabetizada (TOPA e PBA) juntamente com a Secretaria Municipal de Educação de Barra do Choça realizaram no último domingo (03) a terceira edição do Projeto Dia D Atividade Física e Saúde na Terceira Idade. O evento aconteceu no Ginásio de Esportes de Barra do Choça, das 8 às 13 horas, contando com a participação de aproximadamente 350 (trezentos e cinquentas) participantes, entre coordenadores, alfabetizadores, alunos e comunidade. O Dia D Atividade Física e Saúde na Terceira Idade tem como objetivo resgatar o direito do idoso ao bem estar biopsicossocial, utilizando a atividade física como ação estimuladora e promotora de integração, melhorando consequentemente sua qualidade de vida.
Na oportunidade foram realizadas várias atividades como os serviços básicos de saúde, serviços de beleza (corte de cabelo masculino e feminino, escova e manicure), atendimento nutricional e assessoria jurídica. Outra novidade da terceira edição do projeto foi a participação da Academia Nutriforma que desenvolveu atividades, orientações voltadas para a saúde e bem estar do idoso e a apresentação do grupo de “Jump”. O CRAS Centro registrou presença com o Grupo de Capoeira da Terceira Idade que encantou o público presente com a destreza das senhoras capoeiristas.
O projeto teve a presença do Secretário Municipal de EducaçãoRicardo Amorim, da Assessora Especial da Reitoria da UESB, a Sr.ª Maria Clícia; da Supervisora Regional do TOPASolange Moutinho e da Diretora do SEMAE Edite Cortes.
Para o gestor local do TOPA, Ivanilton Brito, o projeto é de fundamental importância para a promoção de políticas públicas voltadas para a terceira idade no município, bem como para a integração entre os alunos dos programas de alfabetização, da sede e da zona rural. “Entendemos que a educação de idosos está totalmente relacionada com o bem estar e saúde do mesmo, para que os resultados pedagógicos tenham eficácia e sentido”, ressalta o gestor.
Para a realização do projeto foi essencial a participação dos colaboradores e parceiros, destacam-se a Secretaria Municipal de Saúde, a Escola Técnica de Cabeleireiros El-Shaday, a Academia Nutriforma, CRAS Centro e Ouro Verde, Dr. Ezequiel Barberino e o Sr. Eufrásio Lima, bem como os patrocinadores do comércio local e de Vitória da Conquista.

10 de outubro de 2012

TOPA de Barra do Choça visita o Parque Ecológico da Matinha


O Programa Todos Pela Alfabetização – TOPA de Barra do Choça em parceria com a Secretaria Municipal de Educação realizou no  dia 05 de agosto, domingo, o Passeio Ecológico no Parque Zoobotânico da Matinha (Zoológico), localizado no município de Itapetinga – BA. Participaram da excursão mais de 70 alfabetizandos, devidamente acompanhados por alfabetizadores e coordenadores pedagógicos.
O Parque da Matinha é dotado de uma reserva florestal rica e preserva no seu interior dezenas de animais, entre répteis, mamíferos e aves. As principais atrações ficaram a cargo dos felinos, macacos, aves, cobras, entre outros. Segundo o gestor local do TOPA, Ivanilton Brito, o passeio ecológico teve como objetivo conhecer a riqueza da fauna e flora presente na região, bem como apreciar a beleza dos inúmeros animais. A educação não se restringe apenas aos espaços formais, como a escola, mas, sobretudo, a partir das relações humanas estabelecidas entre si e o meio, ampliando o mundo vivencial do alunado, afirmou Ivanilton.
Um pouco mais sobre a Matinha: O município de Itapetinga, localizado no estado da Bahia, foi contemplado com uma vegetação exuberante de Mata Atlântica que aos poucos foi sendo substituída pela agropecuária e suas árvores de lei comercializadas, não diferindo do contexto nacional e mundial. Contudo, esse município possui uma unidade de conservação – O Parque Municipal da Matinha (PMM) -, o qual mantém conservada parte dessa vegetação.A Matinha é considerado um Parque muito importante para a sociedade, pois é a única área de proteção do município e o único zoológico do interior da Bahia. Sendo assim, deveria contribuir de forma efetiva e junto à sociedade no que diz respeito à mudança de postura do homem no seu trato com a fauna e a flora. Vale ressaltar, novamente, que ele abriga uma área de Mata Atlântica que praticamente está extinta no município; possui 46 espécies de animais, sendo 38 espécies da fauna nativa da região brasileira e, dessas, 2 espécies endêmicas da região sul da Bahia. Alem disto é uma área de lazer que é utilizada por toda nossa mmicrorregião; além de poder vir a ser um centro de pesquisa para escolas e universidades.

TOPA entrega óculos aos alfabetizandos de Barra Nova

A Prefeitura Municipal de Barra do Choça em parceria com o Programa TOPA entregou ontem, 20 de setembro, no Centro Administrativo de Barra Nova a quantidade de dezoito) óculos de grau para os alunos do TOPA da localidade. Os óculos foram adquiridos através do Programa Saúde em Movimento, do Governo do Estado, no município de Poções, no mês de junho.
Na oportunidade foram realizadas cirurgias de catarata e exames computadorizados. Ressalta-se que apenas alunos do TOPA são contemplados com os óculos do projeto.
Segundo o Gestor local, Ivanilton Brito, o atendimento oftalmológico é um anseio antigo da população idosa, dando-lhes a oportunidade de continuar seus estudos e a melhorar significativamente a qualidade de vida desses alunos e alunas. Trata-se de uma política na área da saúde essencial e que traz grandes resultados para a educação de Barra do Choça, ressalta Ivanilton.
O Saúde em Movimento é um programa desenvolvido pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) com a finalidade de levar serviços de saúde para os moradores das cidades do interior baiano. O projeto já realizou, desde o seu início em 2009, 65 mil cirurgias de catarata beneficiando moradores de mais de 350 municípios. O público-alvo para os atendimentos são pessoas com
idade superior a 60 anos, que possuam ou não alguma doença ocular e alunos do Programa TOPA (Todos pela Alfabetização).
O Saúde em Movimento tem como objetivo levar ações de saúde às diversas regiões do interior do Estado, necessitadas desse tipo de atendimento.A ação tem como diferencial o deslocamento de equipamentos e profissionais para atender nas diversas regiões do estado onde existem vazios assistenciais ou onde a oferta do serviço é menor que a demanda. A equipe da Estratégia Saúde em Movimento é composta de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e pessoal de apoio.

20 de agosto de 2012

COMUNICADO

Em virtude do início do Período Eleitoral, o Programa Barra do Choça Alfabetizada interrompeu o funcionamento do blog. O portal retornará ao seu funcionamento normal no dia 08 de Outubro, após o processo eleitoral.
Neste sentido, agradecemos a todas as pessoas que têm acompanhado as nossas ações e projetos.
Em breve estaremos de volta para continuar levando até vocês o que tem sido realizado pelo programa de alfabetização.

Atenciosamente,

Ivanilton Brito
Gestor Local

4 de julho de 2012

Arte na Escola? EU TOPO!

O Programa Barra do Choça Alfabetizada vem desenvolvendo o Projeto Arte na Escola, que tem como objetivo despertar o interesse do alunado pela escola por meio de atividades artísticas.

A evasão escolar é uma problemática bastante presente na realidade educacional brasileira, principalmente na educação de jovens e adultos. Contudo, o programa de alfabetização de Barra do Choça tem realizado e participado de vários projetos e ações com o intuito de minimizar tais impactos e reduzir o elevado índice de evasão na EJA no nosso município. Projetos como o Dia D Atividade Física na Terceira Idade, Prosas, Causos e versos? Eu TOPO!, Projeto Arte na Escola, entre outros, são algumas ações nas quais o programa tem executado de forma exitosa.


Dessa forma, o Projeto Arte na Escola tem obtido resultados satisfatórios e pretende ao longo da etapa atender turmas de alfabetização da sede e zona rural do município. A articuladora do projeto, Rita de Cássia, avalia a ação como fundamental para aguçar o interesse do alunado, bem como oportunizar novas habilidades e técnicas que podem ser uteis não somente para a sala de aula, mas, sobretudo, para sua vida extraclasse.
Os alunos do programa vão aprender a confeccionar e produzir porta objetos, pintura em tecido, decoração de vasilhas e objetivos diversos, utilizando materiais reutilizáveis e recicláveis, entre outros.

25 de junho de 2012

Alfabetizandos e alfabetizadores do Programa TOPA recebem o material pedagógico e didático para a execução das atividades letivas.


O material pedagógico é essencial para a prática docente, principalmente para o processo de alfabetização de jovens e adultos, período este primordial para o desenvolvimento de habilidades, conhecimentos e experiências inovadoras. Trazendo o ditado popular “a primeira impressão é a que fica” para nossa realidade educacional, podemos pensar que quando se alfabetiza, proporcionamos um novo mundo, até então obscuro e omisso. Portanto, dependente das nossas ações e intervenções (primeiros passos) para o despertar do alunado como leitores aguçados e prontos para crescer.
Com o recebimento do material do alfabetizando (caderno, lápis, borracha, bolsa…), bem como o material para suporte pedagógico, proporcionará o enriquecimento das práticas letivas, melhorando de forma significativa o trabalho do alfabetizador e coordenador de turmas.
Para o gestor local, Ivanilton Brito, o material vem atender uma necessidade básica para o trabalho do alfabetizador e coordenador, pois além de motivar alunos e alunas do programa, permitirá melhores resultados no processo ensino-aprendizagem.

24 de junho de 2012

Encerramento Junino do Programa TOPA


Casamento matuto (Barra Nova)

O Programa Barra do Choça Alfabetizada realizou nos dias 18 e 19 de junho, Barra Nova e Sede, respectivamente, o encerramento junino com os alfabetizadores e coordenadores do programa. No encerramento do Programa TOPA em Barra Nova, 18, segunda-feira, além das comidas e bebidas típicas, aconteceu o casamento matuto, encenado por alfabetizadores e coordenadores. No dia 19, terça-feira, aconteceu o encerramento do Programa Brasil Alfabetizado, que também contou com a encenação especial do grupo bumba meu boi e dos palhaços da turma da alegria.


Palhaços da turma da alegria

As confraternizações juninas tiveram como objetivo principal integrar alfabetizadores, coordenadores e parceiros dos programas de alfabetização, bem como resgatar atividades simbólicas  que fazem parte da cultura nordestina. Saiba mais sobre a tradição junina:

Origem da Festa Junina
Existem duas explicações para o termo festa junina. A primeira explica que surgiu em função das festividades ocorrem durante o mês de junho. Outra versão diz que está festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João. No princípio, a festa era chamada de Joanina.
De acordo com historiadores, esta festividade foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal).
Nesta época, havia uma grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França veio a dança marcada, característica típica das danças nobres e que, no Brasil, influenciou muito as típicas quadrilhas. Já a tradição de soltar fogos de artifício veio da China, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha.
Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas.
Festas Juninas no Nordeste
Embora sejam comemoradas nos quatro cantos do Brasil, na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é um problema grave, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas raras na região, que servem para manter a agricultura.
Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nestas cidades. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas festas.
Comidas típicas
Como o mês de junho é a época da colheita do milho, grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festividades, são feitos deste alimento. Pamonha, cural, milho cozido, canjica, cuzcuz, pipoca, bolo de milho são apenas alguns exemplos.
Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio desta época: arroz doce, bolo de amendoim, bolo de pinhão, bombocado, broa de fubá, cocada, pé-de-moleque, quentão, vinho quente, batata doce e muito mais.

2 de maio de 2012

1º Planejamento Pedagógico do Programa TOPA

Aconteceu no dia 20 de abril, na Escola José Amorim, no distrito de Barra Nova, o primeiro Planejamento Pedagógico da quinta etapa do Programa Todos Pela Alfabetização – TOPA. O encontro com a participação de alfabetizadores, coordenadores, gestor local e convidados. 

O planejamento tem sido o ponto chave para a melhoria do processo de ensino e aprendizagem nas turmas de alfabetização do programa.
Planejar não significa apenas buscar o registro dos detalhes para evitar esquecimentos.  É bem mais do que isso.  Planejar é ordenar as ações.  É estabelecer o passo-a-passo de maneira a se ter uma sequência lógica na realização de qualquer trabalho. Apesar de, até aqui, termos apenas arranhado o conceito pleno de Planejamento, já se pode perceber a inexorável necessidade de fazê-lo por escrito e o mais completo possível.
Acompanhem na galeria de fotos alguns momentos do Planejamento do Programa TOPA – Todos Pela Alfabetização em Barra Nova.


4 de abril de 2012

COMUNICADO URGENTE

Alfabetizadores,

Informamos os alfabetizadores do Programa Barra do Choça Alfabetizada 2012 (Brasil Alfabetizado e TOPA) que as turmas de alfabetização iniciarão suas atividades letivas a partir do dia 16 de Abril (Brasil Alfabetizado) e 23 de Abril (Programa TOPA de Barra Nova). Ressaltamos que os planejamentos iniciais acontecerão nos dias 13 de abril, sexta-feira, às 19:00 horas no auditório da SEMED para a sede e 23 de Abril, sexta-feira, para os alfabetizadores do Programa TOPA Barra Nova.

Atenciosamente,

Ivanilton Brito
Gestor do PBCA

AGENDA DO ALFABETIZADOR:

Planejamento inicial:
13 de abril – Brasil Alfabetizado
20 de abril – TOPA Barra Nova
Início das turmas de alfabetização:
16 de abril – Brasil Alfabetizado
23 de abril – TOPA Barra Nova
I Fórum de Educação de Jovens e Adultos:
25 e 26 de abril
Início do Fórum: a partir da 13 horas do dia 25 (quarta-feira).

17 de fevereiro de 2012

INSCRIÇÕES PRORROGADAS


O Programa Barra do Choça Alfabetizada informa aos interessados na SELEÇÃO DE ALFABETIZADORES que as inscrições foram prorrogadas e a data será estipulada mediante a meta estabelecida pelo programa para a etapa 2012 e/ou prazo final para cadastramento. Dessa forma, os interessados deverão preencher a ficha de inscrição e entregar na SEMED acompanhado da documentação: documentos pessoais, comprovante de residência, comprovação de conclusão de ensino médio e certificados.

2 de fevereiro de 2012

SELEÇÃO PARA ALFABETIZADOR/A - LEIA E FAÇA SUA INSCRIÇÃO

O PROGRAMA BARRA DO CHOÇA ALFABETIZADA – vinculado ao MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO – MEC – através do PROGRAMA BRASIL ALFABETIZADO – PBA, no uso de suas atribuições legais definidas na Resolução nº 32 de 01 de Julho de 2011, torna público o presente Edital de SELEÇÃO PÚBLICA DE BOLSISTAS PARA ATUAREM COMO ALFABETIZADORES DE JOVENS, ADULTOS E IDOSOS, conforme as cláusulas a seguir especificadas:
1.      DOS OBJETIVOS:

Selecionar ALFABETIZADORES (AS) bolsistas para atuarem no Programa Barra do Choça Alfabetizada. Priorizar candidatos (as) que demonstrem interesse em contribuir para a redução do índice de analfabetismo do Município, visando à melhoria da qualidade de vida da comunidade, bem como da inclusão social dos envolvidos.
 2. DOS REQUISITOS DO ALFABETIZADOR:

O candidato deverá ser maior de 18 anos, brasileiro e ter residência fixa no Município de Barra do Choça. Deve ter, no mínimo, formação de nível médio completo.
O candidato deverá estar de acordo com os critérios exigidos neste edital.
 3. DA PRÉ-INSCRIÇÃO:
Para a inscrição nesta seleção, exigir-se-ão os seguintes documentos (devidamente preenchidos):

Ficha de pré-inscrição da SELEÇÃO DE ALFABETIZADORES DO PROGRAMA BARRA DO CHOÇA ALFABETIZADA – 2012 devidamente preenchida (disponibilizada na Secretaria Municipal de Educação e endereço eletrônico: www.semedbc.com.br/barraalfabetizada ou topabarradochoca.blogspot.com).
Cópias dos RG, CPF e Comprovantes de residência de cada candidato.
Cópias dos comprovantes de escolaridade de cada candidato:
Declaração ou Certificado de conclusão do curso de magistério ou ensino médio.
Declaração da faculdade/universidade que está cursando nível superior e/ou Diploma de Graduação na área de Educação;
Comprovar, preferencialmente, experiência profissional na área de educação mediante declaração ou equivalente.
Obs.: Não serão aceitas inscrições por outra via não prevista neste edital, condicional ou extemporânea.
 4. PERÍODO DE PRÉ-INSCRIÇÃO:
De 02 a 16 de fevereiro de 2012.
Obs.: (entregar a documentação exigida neste edital deverá ser entregue na recepção da SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO em um único envelope)
5. RESULTADO:
A data prevista para divulgação do resultado da seleção de alfabetizadores será 20 de fevereiro de 2012, ficando a critério da Secretaria Municipal de Educação a prorrogação ou não do respectivo prazo de inscrição.
 6. DA SELEÇÃO
a)      Prova de títulos.
b)      A seleção do alfabetizador será feita de acordo o número de turmas de cada localidade e bairro, definidas previamente pela SEMED.
c)      O candidato deverá estar de acordo com as condições gerais definidas neste edital e na Resolução de nº 32 de 01 de Julho de 2011 (disponível no portal do MEC: http://portal.mec.gov.br).
d)     Os interessados que atuaram na III e IV etapa do Programa TOPA e/ou PBA participarão da seleção mediante relatório de avaliação.
Obs.: O Relatório de Avaliação é restrito aos alfabetizadores que participaram das etapas do programa TOPA e PBA nos anos 2010 e 2011, sendo considerada parte do processo de seleção do presente edital.
7. NÃO PODERÁ PARTICIPAR DA SELEÇÃO:
a)      Menor de 18 anos.
b)      Pessoa com vínculo empregatício que comprometa diretamente a carga horária mínima exigida e as atividades pedagógicas.
c)      Interessados que não concluíram o ENSINO MÉDIO.
8. VAGAS
a)      Número de vagas previstas: 35 (sede e zona rural do município), podendo ser ampliada ou reduzida de acordo com as necessidades da SEMED.
O presente edital de seleção de alfabetizadores não terá efeito no distrito de Barra Nova e região. Os mesmos deverão procurar a Secretaria de Educação para o cadastro das turmas.
9. TIPOS DE TURMAS
a) Espaço Escolar: o candidato deverá verificar a disponibilidade de salas nas escolas que compõem a rede municipal de ensino mediante a confirmação do diretor responsável.
b) Espaço Alternativo: na ausência do espaço escolar os candidatos poderão optar por espaços informais que ofereçam condições favoráveis para o processo de ensino e aprendizagem. Podendo ser: a casa do alfabetizador, salão comunitário, salões de igrejas entre outros.
10. Do Uso de Instalações e Serviços
Será permitido ao Alfabetizador o uso das instalações, bens e serviços do Executor, necessárias ou convenientes para a prestação do serviço voluntário, respondendo ele, todavia, por eventuais danos que causar em decorrência do referido uso.
Obs.: O alfabetizador/a será responsável pela devolução do material cedido pela Secretaria Municipal de Educação.
11. Do trabalho
O alfabetizador está ciente de que
a)      Fará trabalho voluntário de alfabetização em turma com até 25 alfabetizandos, com carga horária total entre 240 e 320 horas/aula (correspondentes entre 6 e 8 meses de duração do Projeto, de acordo com o planejamento do executor) e carga horária semanal mínima de 10 horas, com duas horas por dia.
b)     Seu trabalho voluntário será supervisionado por um coordenador de turmas, formalmente designado pelo executor;
c)      Desenvolverá, com o auxílio do coordenador de turmas, ações relacionadas ao controle mensal da frequência dos alfabetizandos;
d)     Deverá participar de encontros de capacitação promovidos pelo executor, visando ao máximo desempenho dos alfabetizandos, bem como deverá realizar visitas domiciliares às famílias dos alfabetizandos de sua turma para acompanhamento e motivação dos alunos, visando à sua permanência em sala de alfabetização e posterior continuidade nos estudos;
e)      Informará ao coordenador de turmas sobre mudanças em relação a seu endereço pessoal e ao local de funcionamento da turma bem como sobre quaisquer alterações cadastrais dos dados relativos aos alfabetizandos;
f)       O pagamento da bolsa poderá ser automaticamente interrompido caso não seja cumprida qualquer das condições estabelecidas neste Termo de Compromisso.
 12. Da bolsa para atualização e custeio
O alfabetizador fará jus a uma bolsa mensal, paga pelo FNDE, a título de atualização e custeio das despesas realizadas no desempenho do trabalho voluntário, nos termos da Lei n° 11.507, de 20/7/2007, e da Lei n° 10.880, de 9/6/2004, e conforme disposto no art. 18, incisos I, II e V, da Resolução CD/FNDE nº 32 de 01 julho de 2012.
 13. Do uso de instalações e serviços
Será permitido ao alfabetizador o uso das instalações, bens e serviços do executor que sejam necessários ou convenientes para a prestação do serviço voluntário, respondendo, todavia, por eventuais danos que causar em decorrência do referido uso.
 14. Da Vigência e Rescisão e do Foro
O presente Termo de Compromisso vigorará a partir da data de sua assinatura e os seus efeitos quando do efetivo início da prestação do serviço voluntário, dando-se a sua rescisão, automaticamente, com a conclusão da etapa do programa de alfabetização, ou a qualquer tempo, por manifestação da vontade de qualquer das partes signatárias, ficando desde já eleito o foro da comarca em que se deu a sua celebração para dirimir eventuais questões que não possam ser resolvidas consensualmente.
Informamos que a entrega dos documentos, a título de pré-inscrição, não assegura a inscrição definitiva do candidato ao programa. Após a seleção, serão divulgados os resultados por meio do endereço eletrônico www.semedbc.combr/barraalfabetizada e/ou contato via telefone.
Barra do Choça, 02 de Fevereiro de 2012.
Ivanilton Brito Santos
Gestor Local do Programa Barra Alfabetizada

FICHA DE INSCRIÇÃO (BAIXAR):

8 de janeiro de 2012

Ricardo Amorim é o novo secretário da educação



"É um desafio muito grande porque a Educação de Barra do Choça está num nível muito elevado, referência para a região Sudoeste", afirmou Ricardo Amorim

Na noite da última quinta-feira, 29 de dezembro de 2011, Ricardo Amorim tomou posse do cargo de Secretário Municipal de Educação. Ele recebeu com alegria o novo título e reconhece a importância do mesmo, “é um desafio muito grande porque a Educação de Barra do Choça está num nível muito elevado, referência para a região Sudoeste, e o desafio é dar continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido, pelo antigo secretário Marcos Viana”, afirma.

Segundo o ex-secretário o momento é de felicidade, não pela sua saída, mas sim por ter conseguido realizar tudo o que havia pensado e programado para a secretaria. “Tenho a alegria de estar passando a função para Ricardo, eu tenho certeza que ele vai desenvolver o trabalho com seriedade, com muito compromisso. É um momento de muita euforia para todos e porque não dizer para mim também que saio da melhor forma possível”, conclui Marcos Viana.

Quando questionado sobre a posse de Ricardo Amorim o prefeito Oberdam Rocha comentou: “refletindo e depois conversando com o próprio Marcos Viana chegamos à conclusão de que o melhor nome para dar continuidade á administração da Secretaria de Educação é o Ricardo Amorim, para que ele possa gerenciar e desempenhar com brilhantismo essa missão da mesma forma que ele desempenhou todas as outras atividades na secretaria. É uma pessoa amadurecida, vivenciada, se utilizar todas as experiências de todos os secretários vai exercer um grande trabalho.

* Por Jamille Ribeiro

17 de dezembro de 2011

16 de dezembro de 2011

Encerramento do Programa TOPA

Aconteceu nesta quinta-feira, 15, em Barra Nova, a confraternização do Programa Todos Pela Alfabetização - TOPA de Barra do Choça. O evento marcou o término da etapa 2010/2011 no distrito de Barra Nova e região e contou com a participação de alfabetizadores, das coordenadoras, Naiara Viana e Renata Dias, do gestor local, Ivanilton Brito, do vice-prefeito, Aelson Martins, amigos e familiares.


A confraternização foi celebrada no restaurante de Siló e apesar do número reduzido de pessoas não faltou entusiasmo e muita alegria no encontro, que além da homenagem com o vídeo de encerramento, teve um delicioso bolo, salgados e uma linda mesa de frutas para os participantes.


Segundo Renata Dias, “esta confraternização encerra mais uma etapa do programa e que apesar das inúmeras dificuldades conseguimos atingir nossos objetivos...” disse a coordenadora.


O vice-prefeito, Aelson Martins, lembrou-se de sua experiência ao acompanhar as coordenadoras nas visitas às turmas do TOPA, “presenciei de forma direta o ótimo trabalho feito pela equipe, principalmente pelos coordenadores e alfabetizadores que estiveram na linha de frente...”, afirmou o vice-prefeito.


O gestor local, Ivanilton Brito, agradeceu a todos pelo empenho e ressaltou que o programa de alfabetização de Barra do Choça procura desenvolver um trabalho diferenciado, atendendo não somente alunos “alfabetizandos”, mas sobretudo, a comunidade em geral.


Assista o vídeo:


14 de dezembro de 2011

Cidade Natal: Barra do Choça

O Departamento de Cultura divulgou o cartaz oficial com a programação para o projeto Cidade Natal e para o Réveillon; dentre as atrações o show da banda Mulheres Perdidas. Abaixo, o cartaz dos eventos: